Pe. Luiz Antonio envia nota sobre tragédia com a família de Paulista

Sentimentos do Pe. Luiz Antônio pela tragédia que ceifou a vida dos meus queridos e amados amigos Geraldo, Joselma e sua filha Madalena e deixou ferido gravemente o seu filho Geraldo Filho. A dor de Geraldo filho e de sua Família clama aos céus e atinge o coração de todos nós! O que dizer? Não encontro palavras humanas que amenize a dor, a revolta, o medo, a insegurança e a angústia…

Mas encontro uma Palavra Divina a de Jesus que nos diz: “vinde a mim vos que sofreis e Eu vos aliviarei” e a teologia escatológica da Santa Mãe Igreja que nos diz: “Viemos de Deus, vivemos para Deus e voltamos para Deus”. Se vivemos é para Deus que Vivemos se morremos é para Deus que morremos, não importa quando nem como, mas quando a morte nos atinge Deus nos acolhe em seu coração e nos faz participar do festim da Eternidade… Esta é a fé da Igreja e foi a fé de Joselma, de Geraldo, de Madalena e é a fé de Geraldo Filho e de toda a nossa comunidade de fé que diante da dor clama a misericórdia e o auxílio consolador do nosso Bom Deus.
Eu conheci de perto esta família, tive a honra e a alegria de conviver com eles por 6 anos como pastor e mesmo depois quando fui transferido para Bezerros, continuamos amigos e por várias vezes eles vieram me visitar em Bezerros e eu retribuía com visitas ao seu sítio em Lagoa do Paulista. Era uma Família humilde, fiel, católica praticante, irmãos amáveis, obedientes, trabalhadores e Dona Joselma era uma mulher sofredora mas de fibra, de garra e de muita fé. Vivia fielmente seu matrimônio com o Sr. Geraldo, era um casal que amava radicalmente seus filhos e filhos que amavam incondicionalmente a seus pais, uma família linda e unida. Lutemos e gritemos por Justiça, esse Crime não pode ficar impune! Quem cometeu tamanha brutalidade e maldade é completamente desprovido do amor que eles viviam abundantemente no seio familiar.
Agora resta-nos agradecer a Deus por tudo o que eles significaram para nós e para nossa Igreja. Façamos da dor de Geraldo filho e seus demais familiares a dor de todos nós… Ajudemos a esse irmão querido e a sua família a superar o trauma e a vencer esta tragédia pela força do Amor, do perdão e da misericórdia Divina que é infinitamente maior do que a nossa dor. Me uno a Geraldo Filho e a sua família, à comunidade de São José do Sitio Lagoa do Paulista , aos padres pastores desta Comunidade o Pe Ademilton e o Pe Heleno, e ao nosso Pastor Diocesano Dom Bernardino, bem como a todos que consternados pela dor a conjugarmos os verbos da fé e da esperança: sofrer, silenciar, oferecer, confiar e esperar em Deus. Pois tudo podemos Naquele que nos fortalece. Amigos Geraldo, Joselma e Madalena descansem na Paz Eterna, um dia nos encontrarmos no Paraíso. Geraldo Filho, coragem e força faço de sua dor, minha também, desejo que faça de minha fé e esperança suas também, conte comigo estarei sempre com você meu amigo e irmão.

Em Cristo Bom Pastor Pe. Luiz Antônio da Silva Filho. 22/03/2017.