Câmara de Caruaru aprova moção de repúdio a Michel Temer, pedindo renúncia.

Proposta foi apresentada pelo vereador Daniel Finizola (PT) e aprovada pelos 20 vereadores/a presentes na sessão dessa quinta-feira

Em meio à imensa crise institucional, social e econômica do Brasil, a Câmara de Vereadores de Caruaru/PE, aprovou por unanimidade, na sessão ordinária dessa quinta-feira (25), Moção de Repúdio a Michel Temer, acompanhada de pedido de sua renúncia e convocação de Eleições Diretas no país.

A proposta foi apresentada pelo vereador Daniel Finizola, do PT, que em seu primeiro mandato na Casa tem buscado trazer pautas do debate nacional para o legislativo caruaruense, já tendo aprovado uma moção contra a Reforma da Previdência, no mês de março.

Em discurso na tribuna, na tarde desta quinta-feira, o vereador petista argumentou: “os debates nacionais interessam a essa Câmara porque os efeitos sociais da crise atingem diretamente nosso município, seja na redução de verbas para serviços como saúde e educação, seja pelo alto índice de violência e desemprego. É papel de quem ocupa espaços de representação, em qualquer instância, fazer ecoar a vontade popular que é a saída de Temer e a convocação de eleições diretas, para que seja o povo o autor da solução para essa catástrofe que vivemos desde o golpe contra a Presidenta Dilma”.

O mais surpreendente é o alto índice de concordância que o único petista na casa obteve junto a seus pares. Assim como no tema da previdência, hoje, todos os vereadores e a vereadora presentes na sessão acompanharam a proposta e aprovaram a moção por unanimidade. Inclusive, filiados a partidos da base do Governo Federal e do Governo Municipal, dirigido pelo PSDB – aliado, por ora, de Temer.

“A Câmara fala em nome da população de Caruaru. Nada mais justo que nos posicionemos em defesa dos interesses dessa população. Espero que a ideia seja acompanhada por outros municípios, engrossando a mobilização por uma mudança imediata e democrática no quadro político nacional”, completou o vereador Daniel.

abaixo, íntegra do requerimento aprovado:

Requeiro à Mesa Diretora desta casa Legislativa, depois de ouvido o Plenário e cumpridas as formalidades regimentais, que sejam insertos na Ata dos trabalhos da presente Sessão, MOÇÃO DE REPÚDIO ao “Presidente” Michel Temer, pedido de sua renúncia e realização de Eleições Diretas no país.