“Prêmio Mulheres que fazem a diferença” e realizado em Caruaru

Durante o evento a “1ª Exposição de Bolos Confeitados” resgatou a história de princesinha do agreste

Uma noite de muito glamour e que ficará para sempre na mente e nos corações dos caruaruenses. Foi assim que terminou a agenda da prefeita Raquel Lyra, nesta quarta-feira, 17, na sua visita ao SESC Caruaru, cenário do “Prêmio Mulheres que fazem a diferença” e da “1ª Exposição de Bolos Confeitados”.

Em comemoração ao aniversário da cidade, 25 mulheres ganharam o reconhecimento dos trabalhos realizados por elas, dentro e fora das suas comunidades. “Sempre me perguntava se um dia a minha mãe morreria e ninguém reconheceria o bem que ela faz, levando amor, donativos e evangelização para os detentos da Penitenciaria Juiz Plácido de Souza. Minha mãe tem resgatado vidas lá dentro e acompanhado a evolução dos ex-detentos aqui fora. Não esperávamos a homenagem! Estamos muito felizes que o reconhecimento veio em vida. Obrigada a prefeitura de Caruaru!”, destacou Maria José Mendes, filha de uma das homenageadas conhecida como a mãe dos presos, mãe Mariinha.

“É uma emoção que não dá pra descrever! Ser lembrada nesta noite é um presente para nós mulheres que somos simples, mas que diariamente fazemos algo para melhorar a vida da nossa comunidade”, comemora a parteira tradicional e única vereadora mulher do município, dona Zezé, que também recebeu o prêmio.

Para Perpétua Dantas, “O Prêmio Mulheres que Fazem a Diferença” que é pioneiro em Caruaru, vem para resgatar a autoestima dessas mulheres que abraçam o mundo, mas estão longe dos holofotes. “É uma sensação de dever cumprido! Vimos à felicidade das guerreiras que antes se sentiam anônimas e hoje, sentem-se valorizadas e reconhecidas pelo trabalho, à competência e a dedicação que ajudam dia após dia a construir em suas localidades, um pouco da história de Caruaru”, enfatizou a secretária.

Durante o evento, a riqueza das cores e dos detalhes tornou a “1ª Exposição de Bolos Confeitados”, uma verdadeira obra de arte. 40 bolos foram confeccionados em alusão aos 160 anos de Caruaru. A história da cidade foi desempenhada de forma poética. Uma voltinha pela exposição e era fácil resgatar e entender, por exemplo, como a vila virou cidade, ou simplesmente contemplar a arte do barro, ou quem sabe até reviver e lembrar que Caruaru tem o maior e melhor São João do Mundo, tudo isso feito com glacê, pasta americana e muita criatividade.

“Além de mostrarmos a competência desses boleiros e boleiras que estão aqui expondo os seus trabalhos, a prefeita Raquel Lyra visa fomentar e incentivar essas pessoas a se profissionalizarem ainda mais e com isso melhorarem a renda e as suas vidas e as vidas de suas famílias”, afirmou Pereira, organizador e idealizador a “1ª Exposição de Bolos Confeitados”.

Muitas das mulheres, que participaram do evento, tiveram formação profissional durante o curso oferecido pelo Convergir Mulher, implantado em Caruaru, pela prefeita Raquel Lyra quando ainda era deputada estadual. “É uma satisfação muito grande saber que meses atrás entregamos os certificados profissionais a 35 mulheres do Monte Bom Jesus e de localidade vizinhas e agora tenho o prazer de ver que deu certo e que essas mulheres conseguiram ter uma profissão e colocaram em prática o que aprenderam. Esta data ficará marcada! Vejo mulheres sendo homenageadas pelo seu desempenho nas suas comunidades e vejo mulheres emponderadas, trabalhando em busca de um futuro melhor. Essa é a função do nosso governo: Ajudar a realizar os sonhos de cada caruaruense que deseja mudar de vida”, garantiu a prefeita Raquel Lyra.

Os eventos foram encerrados com shows das cantoras Élida Mendonça, Thaíse Luke, Anne Cunha, Rose Aguilar e Suely Santos.