São João de Caruaru está fora de edital do Ministério do Turismo

O tradicional São João de Caruaru está fora do edital do Ministério do Turismo para apoio de festas juninas. A chamada pública recebeu ao todo 26 propostas de municípios de todo o País, sendo Caruaru a única cidade de Pernambuco a participar. Destes, 16 foram habilitados e cinco foram premiados: Corumbá (Mato Grosso do Sul), Bragança (Pará), Belo Horizonte (MG), São Luís (Maranhão) e Campina Grande (Paraíba). A princípio seria selecionado um município por cada região do Brasil, mas como a região Sul não enviou nenhum projeto, foi selecionado um município de outra região com a melhor classificação.

CARUARU PERDEU PONTOS POR ORGANIZAÇÃO

Apesar de ter cumprido os critérios para habilitação, Caruaru perdeu pontos por sua organização. Entre os critérios avaliados na seleção estão: a existência de site promocional do festejo junino; grade de programação do festejo junino e existência de material promocional do festejo junino em idiomas estrangeiros. Porém, o São João de Caruaru não possui nenhum site e nem o material de divulgação em língua estrangeira. A programação também não está definida. A prefeitura lançou no dia 29 de abril um edital de convocatória para as festas juninas.

Outro critério do edital do Ministério Turismo é a existência de voos comerciais regulares no destino ou nas proximidades, o que não prejudica a cidade do Agreste pois está perto do Recife – uma distância de apenas 136 KM.

ENTENDA O EDITAL

O edital 001/2017 foi lançado pelo Ministério do Turismo no dia 31 de março. O objetivo é divulgar os festejos juninos do Brasil e participar de ações de promoção, comunicação e apoio à comercialização. Entre as ações contempladas no edital destacam-se a realização de visitas de jornalistas e influenciadores digitais (do Brasil e do exterior) aos destinos, encontro de negócios, inclusão da festa no Calendário de Eventos Juninos, transmissão ao vivo nas redes sociais do Ministério, divulgação dos destinos e cobertura jornalística dos festejos.

“Com esta iniciativa, pretendemos contribuir para potencialização da promoção e a comercialização dos festejos juninos, tornando-os produtos turísticos para o mercado nacional e internacional”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão. Leia o edital no site do Ministério do Turismo.