Donativos da Ong Novo Jeito são entregues às famílias de Caruaru

Desde o último 28 de maio, um dia após a forte chuva que caiu sobre Caruaru, que a solidariedade vem superando os estragos que a enxurrada causou no município. O episódio trágico tem motivado a iniciativa privada e diversas pessoas, entidades, associações, a promover campanhas de arrecadações de donativos para direcionar a quem perdeu tudo com a devastação da águas. Os primeiros trabalhos voluntários foram realizados pelo Projeto Mover, que promoveu uma ação inicial no pátio da prefeitura. Em seguida, os donativos começaram a chegar dos mais diversos lugares, entre eles, da Ong Novo Jeito, do Recife, que já enviou para Caruaru cerca de 12 toneladas de itens de primeira necessidade para o momento.

 

 

Os donativos arrecadados pelos voluntários da Novo Jeito começaram a ser distribuídos no município, iniciando as entregas no Bairro João Mota, para onde já foram levados 440 colchões, 2880 peças de roupa, 209 kits de higiene, 214 cestas básicas, 100 kits de limpeza e 1404 litros de água mineral. O idealizador da Ong, Fábio Silva, acompanhou de perto a entrega. “O nosso voluntariado está trabalhando mais de 14 horas por dia para atender as demandas de Caruaru e dos outros 26 municípios afetados no Estado. Já são mais de 200 toneladas de vários itens que estão chegando a quem precisa. É uma força tarefa de todo mundo junto para tentar ajudar a vida das pessoas mais humildes e ajudar a minimizar o sofrimento para que a vida delas possam continuar”, pontuou Fábio.

Além da Novo Jeito, a campanha de arrecadação da prefeitura já contou com a colaboração da Favip, Igreja Mórmon de Jesus Cristo do Santos dos Últimos dias e Convento dos Capuchinhos, que enviaram um caminhão de donativos cada um, além da Politec, Exato Colégio e Curso, Loja Playsurf e a população que se sensibilizou com a causa. A Cruz Vermelha já entrou em contato com o município e garantiu a doação de mais 7 toneladas de donativos. Até o momento já foram arrecadados cerca de 44,5 toneladas, contando com a doação das 250 cestas básicas enviadas pela Montila. A última doação recebida foi da Igreja Vida Nova, do Vassoural, que doou gêneros alimentícios em grande quantidade, que não foram ainda contabilizados: fardos de arroz, feijão, fubá, macarrão e produtos de limpeza.

 

As doações já foram enviadas não só para o bairro João Mota, mas para diversas localidades da cidade e Zona Rural do município, entre elas, Centenário, Malhada de Pedra, Pau Santo, Rendeiras, Itaúna, Sítio Cajazeiras, Alto do Moura, Terra Vermelha, Ceagep, Bonança, Inocoop, Itaúna, Novo Mundo, Sítio Cipó, Taquara, Salgado, Terra Vermelha, Vila do Aeroporto, Vila Diocesana e Xicuru.Joselma Florêncio da Silva é moradora do João Mota e uma das pessoas que receberam os donativos hoje. “A cheia invadiu a minha casa e eu perdi camas, colchões, armário, guarda-roupa, roupas, todas as minhas coisas foram perdidas que desceram na água e a outra parque que ficou não deu para aproveitar mais pra nada. Tenho a agradecer primeiramente à Deus e segundo ao pessoal da prefeitura, que eu tô sendo bem atendida por eles e o que eu necessito eles estão comparecendo comigo e tô vivendo assim, com a ajuda deles”, afirmou.